Batedores de Carteira: Como evitá-los?

Sim, os batedores de carteira existem na Europa e são mais comuns do que se possa imaginar! Por isso, é importante saber como evitá-los.

Cheguei à Europa relaxada, pensando sou brasileira, a acostumada a tomar cuidado com a segurança, mas não foi bem isso que aconteceu.

Furtaram meu bilhete em Lisboa

Dois dias e furtaram meu passe de transporte público no primeiro bonde que peguei em Lisboa, que estava vazio, sem eu nem perceber.

Minha recepção em Madrid

Minha recepção em Madri foi com uma muvuca rápida no metrô. Um homem colocou a mão no bolso do casaco do outro na hora da entrada no trem e pegou a carteira dele. Uma mulher viu, gritou, deu uns tapas no moço e recuperou o objeto.

Histórias de Barcelona

Uma viajante me contou que roubaram as roupas que havia acabado de comprar na Zara dentro da H&M, em Barcelona. Ela colocou a sacola entre as pernas para ver umas bijuterias e quando foi pegá-la já não estava mais lá.

Aliás, em Barcelona, uma amiga teve a carteira furtada na rambla e ao alugar bicicleta eles avisam que essa é uma área que tem que se tomar cuidado. Não pode nem andar com a magrela ao seu lado!

O que vi em Paris

Em Paris, uma mulher estava numa área de bares à noite, mexendo no celular, um homem passou e levou o objeto. Ela correu atrás dele e conseguiu recuperá-lo.

O fato é que estamos distraídos e relaxamos muitas vezes enquanto viajamos. Além da forma de crime ser diferente. São especialistas em turistas!

Não tem violência, não tem arma. Assim como não há esteriótipos. São homens, mulheres,  jovens, idosos e crianças. Eles podem estar bem vestidos ou não.

Tem algumas dicas que podem ajudar a combater os batedores de carteira e os problemas que eles podem causar na sua viagem.

Dicas para se livrar dos batedores de carteira

  1. Não sair com muito dinheiro.
  2. Evitar andar com documentos originais, principalmente passaporte. Você pode levar com uma cópia colorida. Eu carreguei uma carteira de motorista vencida, consegui até alugar uma scooter com ela.
  3.  Não colocar nada nos bolsos, principalmente os traseiros, mesmo que eles tenham zíper. Eles sabem abri-lo sem você notar!
  4. Usar a doleira, que é tipo uma pochete, ou os bolsos internos de casacos.
  5. Segurar firme seus pertences na hora da muvuca da entrada e saída do metrô.
  6. Não deixar suas coisas sozinhas, mesmo que seja no hall de um hotel. Tem gente especializada nesse tipo de roubo.
  7. Não colocar seus pertences em cima das mesas dos restaurantes e cafés ou na cadeira ao lado.
  8. Evitar mexer na sua carteira e contar dinheiro em público.
  9. Guardar rapidamente seu cartão após uma compra.
  10. Ficar atento em lojas de departamentos.
  11. Não se distrair com pessoas que puxam uns papos estranhos, pedem dinheiro, brigam na rua ou pedem assinaturas para algum projeto. Eles usam muito a ideia de um te distrai, enquanto o outro te rouba.
  12. Andar com bolsas e mochilas na parte da frente do corpo. Eu levava na minha mochila coisas como água, comida e casaco, carregando-a da forma tradicional. Já na doleira e nas partes internas do casaco: dinheiro, cartões, documentos e celular.
  13. Não aceitar ajuda com as malas.
  14. Cuidado ao se distrair mexendo no celular e com o aparelho na entrada e saída do metrô.
  15. Ficar atento a bolsas e casacos até mesmo dentro das baladas.
  16. Ter sempre um papel ou qualquer outra coisa com os telefones do banco e os dados do seu cartão para o caso de ter que ligar rapidamente para cancelá-lo.

É chato ter que ficar pensando nessas coisas nas férias? Claro! Mas não deixe que isso te deixe paranoico e muito menos que estrague a vibe da sua viagem. Eu fiquei por um período e não foi legal.

Saiba como planejar a sua viagem pela Europa!

2 comentários sobre “Batedores de Carteira: Como evitá-los?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *