Bronx

Bronx, Queens e o que vi do gueto americano

Gueto! Que gueto? Não sei se é pelo fato de eu morar na periferia de São Paulo, mas não vi nem de longe um gueto como os brasileiros.

Talvez o que tenho no Brasil se comparasse a morar no fundo do Bronx ou do Queens.

Tem os negões que se vestem com as roupas largas, as correntes grandes, aliás a moda entre a garotada é deixar a tag de compra da marca nas mochilas e a tradicional cueca aparecendo.

Os latinos com cara de matadores cruéis que estranhamente não me pareciam perigosos de verdade.

Talvez seja só impressão mesmo, não convivi para saber, mas andava sem ninguém me abordar.

Não ouvia: “roubaram meu celular”, “por essa rua eu não passo”, “ande com a bolsa para frente”, enfim, era mais o esteriótipo que estava ali.

As casas estavam bem longe de ser os barracos que temos em algumas comunidades, mas na verdade eu não deveria comparar o ruim com o pior ainda.

Eles tem uma história de violência que foi muito bem revertida, talvez isso aconteça por aqui também um dia.

Vamos aos lugares que eu visitei, lembrando que vale a pena desbravar e dar uma passeada pelos bairros.

O que fazer no Queens?

O Flusing Meadows Corona Park é um parque bem grande, que foi projetado para ser sede da Feira Mundial de Nova York de 1939-40.

Uma atração que chama atenção é o Unisphere: um globo terrestre com três aros e fontes ao redor. Ele é lindo, alto e foi construído para a Feira Mundial.

unisphere

Há também o Museu de Arte do Queens, com arte contemporânea e um panorama da cidade de Nova York, e um Zoo.

No parque estão ainda as quadras que ocorrem o US Open de tênis e o estádio Citi Field do New York Mets. Além de quadras, pistas de skate, na verdade estavam andando de patinete, e campo de golfe.

Não fui, mas dizem que é legal andar pelo Astoria para entender a vibe do bairro.

O que fazer no Bronx?

O New York Botanical Garden fica longe das principais atrações de Manhattan, mas vale muito a pena a visita.

Quando fui estava acontecendo uma exposição da Frida Kahlo que continha a história da artista, algumas obras e a reprodução de seu jardim na Casa Azul. Amei!

Botanical Garden

Paga para entrar, mas achei que valeu, pois o ingresso me deu direito a visitar a exposição, entrar no conservatório e fazer um tour de trem pelo parque.

No Bronx fica o Estádio dos Yankees, o time é mega popular.  

Não coloquei o Brooklyn aqui, pois dediquei um post só para ele. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *