Diário de viagem: pontos turísticos de Curitiba

Mais um dia para conhecer os pontos turísticos de Curitiba.

Onde comer em Curitiba?

O bairro de Santa Felicidade é conhecido por ter muitos restaurantes de comida italiana, além de lojas de vinhos e de artesanato. Domingo é o dia mais movimentado por lá. Almoçamos no restaurante mais famoso da região, o Madalosso.

1

O esquema do local é de rodízio, que inclui massas, frango, polenta, saladas, risotos e outras coisas que eu não lembro agora. O Madalosso é bem grande e é considerado o maior restaurante da América Latina.

Bosque Alemão

Depois de comer até quase explodir, seguimos para o Bosque Alemão. O que eu mais gostei do parque foi a Trilha João e Maria que tem como destino a casa da bruxa. Um lugar ótimo para levar as crianças.

2

Barigui

Ai foi a vez do parque mais popular da cidade, o Barigui. Próxima parada: Praça Espanha. Estava rolando uma feira de carros antigos e de artesanato por lá. A galera se reúne no local para beber, conversar e fazer um som com o violão.

Mais pontos turísticos

Como gostamos muito de futebol, fizemos questão de passar pela Arena da Baixada, que será palco de jogos da Copa do Mundo de 2014. Na frente dele há um parque com uma pista de skate.

Seguimos para o centro, para tentar ver o que tínhamos perdido no dia seguinte. Passamos pelo Passeio Público e outros locais que não lembro o nome. Consegui andar pela Rua das Flores, que tem uns cafés e muitas lojas.

????????????????????

Terminamos nossa saga no Teatro Paiol, que antes era um abrigo de pólvora, mas se transformou no primeiro teatro de arena da cidade.

Mais comida

A noite terminou mesmo com uma comida mexicana deliciosa no Taco El Pancho, no bairro do Batel. É nesta região que ficam vários bares e baladas.

Veja como foram os outros dias da viagem por Curitiba!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *