Cabo Polonio

Diário de viagem Uruguai: Cabo Polonio

Posso dizer que o Uruguai me surpreendeu e foi totalmente para o lado bom, mas o que superou completamente minhas expectativas foi Cabo Polônio.

Como chegar A Cabo Polônio

Cabo Polônio fica a cerca de 3h30 de carro de Montevidéu. O vilarejo fica em uma Reserva Natural e somente veículos autorizados tem acesso ao local.

Se você for de carro, tem estacionamento na entrada da reserva. De lá você pega um caminhão 4×4, parecido com um pau-de-arara. É bom se segurar: o percurso é bem emocionante.

Cuidados

Fique atento com as coisas que estão no seu bolso, sério! Acabamos perdendo as chaves do carro e não conseguimos achá-las de jeito algum.

Cabo Polonio

Fique de olho também nos horários de saída dos veículos. Há um horário em que ele para de passar real. Aí você só pode voltar no dia seguinte.

Onde se hospedar e comer

A população é bem pequena, há somente hostels, alguns tipos barzinhos e restaurantes, mas tudo beeem roots. Não possui rede elétrica e esquece a internet. Mas não se preocupe, você não precisa de nada disso.

Almoçamos em um lugar que era de um alemão que tinha decidido largar tudo para viver lá. Ele nos atendia de sunga e esse é o clima lá.

Cabo Polonio

Desbrave o encantador vilarejo

O lugar é maravilhoso, simples assim! Tem vários animais como leão e lobo marinho, e focas, não sei a diferença entre eles na verdade. As praias são praticamente desertas e você pode ver tudo subindo no Farol.

Cabo Polonio

 

Como resolvemos o problema das chaves do carro

Espero que não aconteça com ninguém, mas como disse perdemos a chave do carro e foi bem difícil resolver essa situação.

Na verdade, depois de algumas conversas a locadora levou um carro para gente lá, depois de horas, e tivemos que pagar uma chave US$ 250, mas eles não estavam com a chave reserva.

Como tínhamos que vir embora muito cedo no dia seguinte acabamos sem todas as nossas coisas que estavam no carro, incluindo a CNH, mas resolvemos deixar tudo para traz e depois eles se dispuseram a mandar, mas o preço não valia a pena.

Conheça outros passeios que fiz no Uruguai!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *