Muralha Colônia del Sacramento

Diário de viagem Uruguai: Colônia del Sacramento

No segundo dia de nossa viagem, optamos por ir a Colônia del Sacramento, um lugar encantador que é Patrimônio Cultural da Humanidade.

A sensação é de estar no período colonial, as ruas do centro são de paralelepípedos, com lamparinas, arquitetura preservada da época em que portugueses e espanhóis disputavam o território.

O que fazer em Colônia del Sacramento?

Começamos passando pela muralha, o Porton de Campo, na frente dela tem um local que oferece informações turísticas, dali é só explorar as lojas de artesanatos, as galerias de arte, os museus, os restaurantes e os simpáticos cafés e os pontos turísticos.

Na Plaza Mayor há partes das estruturas da casa do governante português, destruída em uma das guerras pelos espanhóis. Logo em frente fica a Basílica do Santíssimo Sacramento com muros em pedras.

El Drugstore

Onde comer?

O almoço foi no El Drugstore, inspirado nas obras do Almodôvar. O local é colorido, com toalhas com estampa de poá, música ao vivo, rolou até “Fogo e Paixão”, do Wando, cozinha aberta, você vê o seu prato sendo feito e, principalmente, comida deliciosa.

De volta ao passeio…

A entrada para o Farol é paga e tem que ter fôlego para subir as escadas, mas vale a vista. Em volta dele estão a ruínas do Convento San Francisco.

Andamos até o Píer onde fica o Teatro Bastion del Carmen, que já foi fábrica de sabão, lavanderia e armazém no passado. Ficamos um tempinho descansando e observando o Rio da Prata.

Você pode comprar um tíquete que dá direito a visitar todos os museus, tem que ficar esperto para saber o dia que eles fecham. Há o Museu Português, o Espanhol, o Indígena, o do Azulejo e o Municipal. Não visitamos, pois estávamos com pouco tempo.

Colônia Del Sacramento

É possível fazer um tour guiado pela cidade, mas ele é pago. Você pode ainda andar pela orla que tem só 5km e descobrir ainda mais sobre a história da cidade.

Como ir de Montevidéu a Colônia Del Sacramento

Colônia del Sacramento fica a cerca de 2h de Montevidéu, 177km, dá para pegar o ônibus até lá a partir do Terminal Três Cruces.  

Farol de Punta Carretas

Voltando para Montevidéu nos deparamos com uma roda de capoeira na orla e fomos ver o pôr-do-sol do Farol de Punta Carretas, que estava lotado, talvez por ser um domingo.

Farol de Punta Carretas

Fizemos uma visita rápida ao Punta Carretas Shopping, que é um shopping normal agora, mas o prédio era uma antiga penitenciária, onde ocorreu uma famosa fuga de 100 presos guerrilheiros, entre eles o Mujica.

Bate e volta para Punta Del Este: saiba o que fazer na cidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *