Onde se hospedar em Amsterdam

Onde se hospedar em Amsterdam?

Você pode se hospedar em Amsterdam próximo aos canais, aos museus, em áreas mais tranquilas ou bem agitadas. Na verdade, vai muito do seu perfil e, é claro, do quanto pode gastar.

Grachtengordel

O chamado Cinturão dos Canais é uma área bem localizada, talvez a melhor nesse quesito. O ponto positivo é que não vai ser difícil fazer todos os passeios a pé e economizar qualquer tipo de transporte. O negativo, é claro, o preço. Melhores localizações geralmente são mais caras.

Museumplein

Para mim, não existe localização ruim em Amsterdam e eu fiz todos os meus passeios a pé ou de bicicleta. Nesse bairro e seus arredores estão atrações bastante conhecidas: o Rijksmuseum, o Stedelijk Museum, o Vondelpark, o letreiro I Amsterdam e o Museu Van Gogh. As hospedagens são mais em conta do que no Cinturão dos Canais e o TRAM pode ser uma opção de transporte público acessível.

Jordaan

O bairro é o queridinho de muitos visitantes! Não é para menos, ele reúne o charme dos canais, das ruas, da arquitetura, dos cafés e dos restaurantes de Amsterdam. No local, fica a casa, que hoje é um museu, onde viveu a Anne Frank. É mais calmo.

Leidseplein

Esse bairro é para a galera que curte um agito noturno. A região é cheia de bares, baladas e coffeshops. Também fica próximo aos museus e ao Voldelpark o que permite que você também as atrações diurnas sem ter que usar o transporte público.

Onde eu fiquei hospedada em Amsterdam?

Onde se hospedar em Amsterdam

Contrariando todas as dicas que eu dei acima, fiquei do outro lado do Rio IJ, em Amsterdam Noord, no ClinkNOORD Hostel. Ele fica atrás da Estação Central e a parte boa é que uma balsa gratuita faz a travessia 24 horas por dia.

Achei a estrutura do hostel fantástica com muitas atividades na área comum, cozinha completa e um bar com comida gostosa. A parte ruim é que, por ter um bar, você não pode comprar sua bebida fora e levar para consumir na hospedagem.

A limpeza no quarto deixava a desejar e achei bem desorganizado. Me deram uma cama que estava desarrumada e depois que eu troquei repassaram para a próxima pessoa. O locker que correspondia a minha cama estava ocupado. O preço me fez optar por essa acomodação.

Saiba como ir de Paris a Amsterdam?

Como ir de Paris a Amsterdam

Como ir de Paris a Amsterdam?

A maneira mais rápida de ir de Paris a Amsterdam é de trem. Já a opção mais econômica é ir de ônibus. A ideia de pegar trem + ônibus ou ainda trem econômico + o tradicional e ainda parar em Bruxelas pode ser uma boa. O trajeto de avião pode ser mais barato do que o de trem, mas o tempo é um pouquinho superior.

É importante lembrar que quem escolher a viagem por trilhos ou pelo ar, consegue melhores ofertas se comprar as passagens com antecedência.

ônibus

A viagem de ônibus é cansativa e vale a pena se você tiver tempo e/ou pouco dinheiro. Durante o percurso tivemos rápidas paradas em Bruxelas e Rotterdam. Acho legal levar comida e algo para beber. Nas paradas não há muitas opções, às vezes nenhuma na verdade.,

Eu fui de de Ouibus por 19 euros, porém, não achei esse valor mais no site. Porém, a Eurolines tem viagens com esse valor.

O ônibus não parou na estação central, parou na Sloterdijk, mas peguei o trem e em cinco minutos estava nela. Não paguei essa passagem de trem, nem na ida e nem na volta. Na ida por não entender como funcionava e entrei no trem e fui e na volta por saber que era só uma estação. Mas, melhor pagar.

RESUMO DA MINHA VIAGEM

Empresa: Ouibus

Tempo de viagem: 7h30

Valor: 19 euros

Saída: Boulevard de Bercy

Chegada: Sloterdijk

Trem

A Thalys faz o deslocamento entre Paris e Amsterdam em 3h17 e o preço na econômica é de cerca de 54 euros.

Trem + ônibus ou trem (parada em bruxelas)

Agora vai uma dica que pode agilizar a viagem ao mesmo tempo que a barateia. Além de ser uma ótima opção para quem quer passar um tempo em Bruxelas.

1ª parte Paris – Bruxelas

Existe um trem da Izy com uma tarifa a 10 euros que vai de Paris Nord até Bruxelles Midi. Isso se você for em pé na composição e comprar com antecedência. A duração do trecho é de 2h14. Acha que não aguenta? Tem a opção de cadeira removível por 15 euros.

Eu tentei comprar e deu erro por eu estar em um fuso horário diferente. Talvez tenham corrigido o problema, pois eu entrei em contato na época e eles estavam cientes da falha.

2ª parte Bruxelas – Amsterdam

Na tarifa promocional, é possível achar a passagem de trem de Bruxelas a Amsterdam por 29 euros. O tempo de viagem é de 1h50.

Já de ônibus o preço mínimo é de 16 euros e o tempo de viagem é de 3h30.

Avião

Saem voos dos aeroportos: Paris-Charles de Gaulle, o Roissy, e do Paris-Orly. O tempo de voo de ambos é de pouco mais de 1 hora. O problema é que perdesse tempo de deslocamento até os aeroportos, antecedência de embarque e desembarque. O que faz a viagem em si durar cerca de 4 horas. Os preços variam bastante e podem ir de cerca de 45 a 260 euros.

Saiba o que fazer em Paris!

Minha primeira viagem pela Europa

Viajar pela Europa, visitar vários países, fazer aquele mochilão, sempre foi meu sonho e deve ser o de muita gente também, claro!

Como mencionei no post: “Como planejar uma viagem pela Europa“, eu já tinha em mente quais os países que gostaria de conhecer, mas tive que fazer pequenas modificações por causa de dinheiro, tempo ou lógica de rota.

Vou resumir aqui o meu roteiro de viagem, mas depois vou destrinchar tudo em outros posts, para quem sabe ajudar alguém a começar organizar a sua própria trip ou simplesmente entender o meu mochilão como um todo.

Viajei entre março e abril por cerca de 40 dias.

Portugal

Comecei a viagem por Portugal, o que foi bom para me familiarizar com a Europa sem deixar de me sentir em casa.

Lisboa_Portugal

Bate e volta: Sintra. Poderia ter feito Cascais ou Óbidos, mas no dia programado estava chovendo.

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: avião.

Tempo de permanência: 3 dias

Como cheguei: trem.

Espanha

O ambiente já era outro, as pessoas também, não era como eu imaginava, conseguia ser melhor.

Barcelona_espanha

Tempo de permanência: 4 dias

Como cheguei: avião.

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: trem.

Itália

Sempre quis conhecer a Itália e quando pisei nela, me apaixonei. Não queria mais ir embora!

Roma_itália

Bate e volta: Castel Gandolfo, região do Lácio.

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: avião.

Bate e volta: Pisa e Lucca.

Tempo de permanência: 3 dias

Como cheguei: trem.

Tempo de permanência: 2 dias

Como cheguei: trem.

França

Não estava nos meus planos iniciais, mas pela lógica da minha rota de viagem, inclui e não me arrependo nem por um segundo.

Paris_franca

Tempo de permanência: 4 dias

Como cheguei: trem.

Holanda

As flores, o clima e as bicicletas. Precisa de mais para querer muito conhecê-la? Para mim, não!

Amsterdam_Holanda

Tempo de permanência: 3 dias

Como cheguei: ônibus.

Inglaterra

Não sei nem o que falar, apenas sentir. Muito amor!

Londres_Inglaterra

  • Londres

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: ônibus.

Os lugares que tive que abrir mão: Suíça, Bélgica e Alemanha. Fica para a próxima!

Acompanhe todos os posts sobre a Europa!