Metrô Barcelona

Transporte público em Barcelona

Se locomover por Barcelona é bem fácil. O transporte público é bom, barato e integrado. Além de ter ciclovias por toda a cidade.

Nas estações de metrô há máquinas em que é possível escolher e comprar o tipo de passagem que mais vale a pena para a sua viagem. Faça as contas!

Tipos de passagem de transporte público em Barcelona

Billete Sencillo

bilhete_metro_barcelona

Quando você compra esse tipo de bilhete, seja de ônibus, metrô, funicular ou qualquer outro sistema, ele só pode ser usado para aquele tipo de transporte, uma única vez e não dá direito a baldeações.

Eles são vendidos nas estações e dentro dos ônibus, dependendo de cada tipo de veículo. Não valem para viagens até o aeroporto que tem o seu bilhete específico.

Recomendado para quem vai usar somente um determinado transporte menos de cinco vezes durante a viagem.

Valor: 2,15 euros e 4,50 euros (do aeroporto)

Billete de 1 dia

bilhete_metro_barcelona_1dia

O bilhete é individual, ou seja, só pode ser usado por uma pessoa, com viagens ilimitadas durante um dia em qualquer tipo de transporte:  metrô, ônibus, trem, funicular e bonde.

Ele fica ativo a partir da primeira validação até o sistema de transporte ser encerrado naquele dia.  A venda é por zonas, mas para uma é suficiente para quem for ficar na cidade.

É preciso fazer as contas para ver se esse ou os de quantidade de viagens valem mais a pena.

Valor: 8,40 euros (Zona 1)

 Hola BCN

tmb_holabcn_digital_correccio020413_5

O bilhete é individual e ilimitado. Não segue a lógica de zonas, o que lhe permite circular por toda a região, e  pode ser adquirido com desconto pela internet.

Eles estão disponíveis em bilhetes de 2 a 5 dias seguidos. Você valida no primeiro dia e a contagem é feita automaticamente para os dias seguintes.

É preciso fazer as contas para ver se esse ou os de quantidade de viagens valem mais a pena.

Valores: 14 (2 dias), 20,50 (3 dias), 26,50, (4 dias) e 32 (5 dias)

T10

bilhete_metro_barcelona_t10

Ele pode ser compartilhado por mais de um passageiro e dá direito a 10 viagens em todos os sistemas de transporte, incluindo o trem do aeroporto (não o metrô).

O legal é que ele ainda permite fazer baldeações no período de 75 minutos sem que outra passagem seja descontada.

Essa foi a minha escolha! Aluguei bicicleta por dois dias e chegou a sobrar viagens, mesmo assim valeu mais a pena do que comprar o individual.

Preço: 9,95 euros (zona 1)

Muito importante! Em Barcelona, como na maior parte da Europa, é obrigatório guardar o bilhete até o final da viagem. Tenha isso como um hábito em sua Eurotrip.

Hostel Barcelona

Hospedagem em Barcelona

Acabei tendo problemas para reservar o hostel em Barcelona, não sei se o sistema que eles estavam usando lá não era compatível com o meu cartão de crédito, mas lugares diferentes recusaram a minha reserva pelo Booking.

O Duo By Somnio Hostels me deu como opção o Agoda, que eu acho que também é alguma coisa do Booking, e deu certo, pois não exigia nenhum tipo de pagamento antecipado.

Quando cheguei o hostel estava cheio e minha reserva não estava no sistema interno deles para o primeiro dia.

Como solução, montaram uma cama daquelas de mola que fecham ao meio em um quarto totalmente ocupado, entre dois beliches, deixando as outras meninas um pouco desconfortáveis.

Não me cobraram essa diária e eu decide dormir do lado contrário da cama para deixar minhas colegas de quarto mais tranquilas com a situação. Ah, e uma delas roncava!

Localização

O hostel fica bem perto da Estação do Metrô Diagonal entre a Passeig de Grácia e a Rambla Catalunya. Linhas de ônibus também estão próximas.

Além de ter locais para tomar café, um Starbucks na esquina, restaurantes, lojas, bares e um mercado 24 horas a alguns quarteirões.

Não fica exatamente no centro, mas é possível chegar andando até a Sagrada Família e é bem perto da Casa Batló. A área é elitizada e tem alguns escritórios o que a torna movimentada. As opções são um pouco caras.

Estrutura

É mais um apartamento com vários quartos do que um hostel propriamente dito. Eles te dão a chave do local e não há recepção ou funcionários 24 horas. Tem cozinha, é limpo e a área de convivência é confortável. Tem água, máquina de chá e café. O wi-fi é bem ruim.

Confira os roteiros de Barcelona! 

De Madrid a Barcelona

Viagem de trem de Madrid a Barcelona

Viajei de Madrid a Barcelona de trem, embora essa seja a maneira mais rápida, está longe de ser a mais barata.

Pesquisei bastante os valores, não comprei com muita antecedência, mas acredito que mesmo assim não teria tanta diferença de preço. Talvez essa tenha sido a passagem mais cara da minha viagem.

Meu trem saiu de Madrid às 6h20, da estação Madrid-Atocha, dava cerca de 1 ou 2 km do hostel em que estava hospedada.

Aventura na madrugada

O recepcionista me garantiu que ir a pé de madrugada, numa sexta-feira, por ruelas, com uma mala era uma boa ideia. O táxi daria uma volta grande e não valeria a pena e o metrô ainda estava fechado.

Não aconteceu nada, mas ou as ruas estavam desertas ou com homens bêbados e fiquei com medo o caminho inteiro. Sem contar que era paralelepípedo no chão. Tenso!

O trem tinha como destino a estação Barcelona- Sants.

Dados gerais da viagem

Tempo de viagem: 2h50

Preço: 47 libras (tarifa promocional não reembolsável)

Trem: AVE

Site de compra: Loco2

Site da companhia: Renfe

Nathalhice 1: descobri a meia-noite que tinha que estar na estação às 6h, achei que era às 14h, quase igual, né!? Lá vai a Nah correr para arrumar as coisas nas malas, dormir de roupa (sim eu faço isso quando tenho que sair cedo) e descobrir como chegar no trem.

Nathalhice 2: a esperta aqui (#sqn) achou um valor mais em conta do que no site oficial da companhia de trem, porém estava em libras e deu exatamente na mesma.

Saiba como escolher a sua hospedagem em Barcelona! 

Madrid: Roteiro de 3 dias (Dia 2)

Caso ainda não esteja apaixonada por Madrid, no roteiro de hoje vai ficar. Para variar, fiz tudo andando nesse dia também, mas tem que ter disposição e ninguém é obrigada a nada.

Comecei pelo Museu Reina Sofia (Confira as tarifas e horários). Como fui logo que abriu, não haviam filas para comprar e nem para entrar.

Sem contar que acessei o local por uma entrada que não era a principal, ficava próxima a biblioteca e ao café.

O museu tem uma arquitetura incrível e é dedicado à arte moderna. Fique com o ticket, pois em alguns andares é preciso apresentá-lo. Comprar pela internet é um pouco mais barato.

Roteiro Madri

Subindo a Paseo del Prado, você irá ver o Real Jardim Botânico, para entrar no local é preciso pagar, porém dá para observá-lo superficialmente do lado de fora das grades.

É possível visitar também a Caixa Fórum Madrid, que tem um jardim vertical em uma de suas paredes externas.

Entrei em um bistrô na rua detrás desse centro cultural, pedi uma quiche e um suco de laranja e gastei 14 euros. Isso é muito caro. Então, perguntem o preço antes sempre. Não é vergonha.

Aproveitando a vibe cultural, próxima parada é o Museo Nacional del Prado.Não fui em alta temporada e não tinham filas, mas acredito que deva lotar e talvez valha comprar o ingresso antes pela internet.

O museu é o mais importante da Espanha e conta com obras de importantes artistas nacionais e da Europa. No seu entorno ainda é possível ver as estátuas de Velázquez e de Goya.

Roteiro Madri

Indo para a parte detrás do museu, é possível visitar a igreja San Jerónimo el Real e seguir para o Parque Del Retiro. Vale desbravar o local, passear e relaxar.

Nele encontram-se o Palácio de Cristal, o Palácio de Velázquez e o Estanque Grande del Retiro, um lago em que se pode fazer passeios de barquinhos.

Saia do parque na Praça  da Independência, onde está localizado o monumento Puerta de Alcalá, que já foi a porta de entrada da cidade.

Roteiro Madri

Seguindo a Calle de Alcalá, você chegará ao meu espaço cultural favorito de Madrid: Palácio de Cibeles. Primeiro que o edifício é maravilhoso não só por fora, mas também a parte interna.

Segundo que o terraço tem uma vista incrível da cidade. Ele é gratuito, mas é preciso pagar para ir a parte mais alta do prédio.

Terceiro, as exposições que estavam tento na época eram incríveis, sobre mulheres, deficientes, fotografia, coisas que me fazem refletir e eu adoro isso.

Roteiro Madri

Você pode conhecer a Plaza de Cibeles e andar pela parte da Paseo del Prado que ainda não conhece, vendo a Fuente de Apolo e o Monumento a Los Caídos por Espanha.

Se ainda der tempo, é possível visitar o Museo Thyssen-Bornemisza.

Confira o primeiro dia do roteiro!

Veja o próximo dia da viagem. 

Madrid: roteiro de 3 dias (Dia 1)

Meu roteiro em Madrid foi feito 98% andando. Sei que eu ando muito, mas peguem as dicas do post de transporte e façam do jeito que quiserem.

Outra coisa, fiz baseado na localização do hostel em que estava hospedada. Ele ficava na Calle de Atocha, 45. Mais detalhes no post anterior.

Comece entrando no clima, caminhando pela Calle de Las Huertas. Ela fica em um bairro boêmio de Madrid. Observe as frases de livros clássicos espanhóis gravadas no chão.

Dê uma passada na Plaza de Santa Ana. Nos arredores concentram-se bares e baladas. Há ainda o Teatro Espanhol. Vale a pena dar uma passada durante o dia, mas também voltar a noite para ver a agitação. São dois visuais diferentes.

Roteiro Madrid

A Puerta do Sol é a principal praça de Madrid. Lá está a estátua do Oso y el Madroño – O urso e a árvore -, que é um símbolo da cidade. No edifício da Casa de Correos há o relógio que tradicionalmente faz a contagem da passagem de ano. À noite rolam apresentações artísticas.

Vale dar uma desbravada na região, explorando as ruas, analisando os edifícios perfeitamente cuidados, a arquitetura madrilenha e o comércio local.

Ande até a Plaza Mayor, ela é envolta por edifícios clássicos, lojas de artesanato, restaurantes e artistas de rua. O que hoje é uma área com grande concentração de turistas, já foi palco de touradas.

Locais tradicionais para comer na região

Próximo a praça encontra-se o Mercado de San Miguel. Você pode beliscar alguma coisa, comer tapas e tomar drinks.

Outra opção de comida tradicional é a baguete com jamón. Na região há o Museo del Jamón, quase sempre ele está bem cheio, mas vale a pena.

Minha alimentação na Espanha foi baseada nisso, pois além de serem sempre fresquinhos e muito saborosos, os bocadillos, como são chamados os lanches, eram baratos.

Já que é para falar de comida, não dá para ir a Madrid e não provar os churros com chocolate quente. O mais conhecido e tradicional é o da Chocolateria San Guinés.

Roteiro Madrid

Vale visitar o El Botín que não é nada mais, nada menos, que o restaurante mais antigo do mundo.

De volta ao tour…

Vamos para a parte real de Madrid. Comece a visita pela Catedral de La Amudena, padroeira da cidade. Há um museu também. Ao lado encontra-se o Arzobispado de Madrid.

Passeie pela Plaza de  la Armeria em busca da melhor foto e  visite o Palácio Real de Madrid. Observe os monumentos da Plaza de Oriente e ainda admire o Teatro Real.

Mais acima é possível conhecer a Plaza de Espanha e chegar ao parque que abriga o Templo de Debod. A visita ao templo é gratuita e havia monitores para explicar a construção.

Roteiro Madrid

O templo foi doado à Espanha pelo Egito como forma de agradecimento de ajudas prestadas ao país.

O parque tem um vista panorâmica incrível e é ideal para curtir o pôr do sol. Os espanhóis costumam levar bebidas e fazer piqueniques.

Artistas de rua, crianças brincando e adultos fazendo atividades físicas completam a atmosfera encantadora.

Confira o dia 2 do roteiro de viagem!

Veja também o dia 3 do roteiro de Madri!

Madrid: transporte público e hospedagem

Como funciona o metrô de Madrid

Minha primeira experiência no metrô de Madrid não foi das melhores, mas ele é bom e bem extenso. Veja o mapa!

Como não estamos muito acostumados com zonas e preços diferentes parece bem difícil. Mas, na verdade, há máquinas fáceis de mexer e com mais de uma opção de linguagem para você escolher.

Se eu sei calcular os valores? Claro que não. Só coloco o destino final, o preço que pede e sai o passe. risos

A tarifa individual não varia tanto assim, de 1 a 2 euros. Para embarcar ou descer no aeroporto, é mais caro, entre 3 e 6 euros.

Há ainda os passes combinados e o turístico, que é tipo passe do dia. Confira as tarifas!

Eu usei metro do Aeroporto ao hostel, do hostel ao estádio do Real Madrid, Santiago Bernabéu, e para a Plaza de Toros. O resto foi realmente TUDO a pé.

Hospedagem em Madrid

Metro e hospedagem em Madrid

As atrações são relativamente próximas em Madrid, mas acredito que o hostel em que me hospedei ajudou muito a ter fácil acesso à todos os lugares.

O Far Home Atocha é bem localizado, as camas são confortáveis, o espaço em comum é bacana, sem jogos e tal, mas para mim não faz diferença. Sem contar a vista da sacadinha. Gostei bastante!

Reservei pelo Booking e se não me engano tive que pagar algum trocado para deixar a minha mala lá antes do horário do check-in.

Confira os roteiros de Madrid! 

Chegada nada tranquila em Madrid

Talvez eu não tenha sido tão bem recebida por Madrid. Na verdade, acho que foi até bom para eu poder ficar mais esperta e ver que estar na Europa não era motivo para estar desatenta.

Metrô do aeroporto ao hostel

Peguei o metrô do aeroporto até o hostel que iria ficar hospedada. Geralmente já pesquiso o trajeto antes e deixo prints no meu celular para o caso de ir a um lugar que não tem internet.

Entrei na composição e começou uma confusão. Uma moça gritando com um rapaz e batendo nele.

O moço jovem, estiloso e bem-vestido tinha aproveitado a muvuca para pegar a carteira do bolso do casaco de um senhor.

A carteira foi devolvida, o metrô fechou suas portas e o ladrão ficou do lado de fora, provavelmente esperando uma nova vítima.

Fiz um post para ajudar a se proteger dos batedores de carteira.

Perdida no metrô

Tinha que fazer uma baldeação para chegar ao meu destino, o problema é que a opção dada pelo Google não fez sentido.

Ele havia sugerido trocar de tipo de transporte, sai da estação e percebi que se mudasse teria que pagar novamente.

Já tinha gastado acho que 6 euros no bilhete do metrô, pois quando você sai do aeroporto a tarifa era mais cara e não queria gastar mais dinheiro.

Depois de passar de um balcão de informações ao outro várias vezes, descobri que tinha que entrar de novo no metrô e pagar. Conversei com uma mulher e ela liberou minha entrada. Ufa!

Desci na estação e ela era gigante, não sabia qual a saída correta. Pedi informação e não me deram a melhor opção.

Para finalizar, estava prestes a passar pela catraca e uma mulher simplesmente passou por baixo e continuou andando como se nada tivesse acontecido. Tomei um susto!

Nas ruas de Madrid

Sai andando pela rua com a mala, perdida e com muito medo de ser roubada. A chegada foi um desastre, mas depois não tive mais problemas.

Na verdade, fiquei chateada com o que ocorreu com uma japonesa que estava no meu quarto no hostel. Ela teve seu dinheiro e documentos furtados. Não dá para vacilar!

Mas vamos falar de coisas boas, já que foi só a primeira impressão, depois foi tudo lindo!

Acompanhe o roteiro de viagem de Madrid! 

Voo do Porto a Madrid com desconto

Comecei a pesquisar passagem de trem do Porto até Madrid, mas vi que não havia um direto e iria demorar muito.

O ônibus poderia ser uma opção barata, mas também era bem desgastante.

Compra da passagem

Pesquisando no Kayak, achei uma passagem de avião por 10 euros e não era low cost. Não conhecia o site e fiquei insegura em comprar.

A passagem era da TAP. Entrei no site da companhia e estava mais cara. Digitei no Google “desconto TAP” e consegui um cupom de 20% de desconto, chegando ao valor do outro site.

Paguei em reais e com as taxas de embarque acredito que tenha ficado cerca de 35 euros. Sim, as taxas ficaram mais caras do que a passagem.

Tempo de viagem: 1h10

Como chegar no aeroporto do Porto?

Dá para chegar ao aeroporto de metrô facilmente. A linha é a E: Estádio do Dragão – Aeroporto.

Confira os horários e o tempo médio de espera para se programar da melhor maneira possível e não perder o voo. Viu dá para viajar bem e barato!

Saiba o que fazer em Madrid.