Bate e volta de Roma

Bate e volta de Roma a Castel Gandolfo

Reservei um dia para fazer um bate e volta de Roma que inicialmente seria para Pompeia e Nápoles. Porém, na hora decidi ir a Castel Gandolfo que é uma comuna belíssima na região do Lácio.

Para ir à Pompeia e Nápoles é preciso pegar o trem no máximo das 7 horas da manhã e ele custa cerca de 23 euros o trecho. Perdi o horário da saída e não quis gastar todo esse dinheiro. Fica para a próxima! Dicas desse bate e volta aqui.

O Castel.Gandolfo me atraiu pelo valor (2,10 euros), pela proximidade com Roma (30 km) e por ficar em montanhas vulcânicas cercadas de charmosas cidadezinhas e um lindo lago.

Como ir de Roma A Castel Gandolfo?

Você pode pegar o trem regional na estação Roma Termini com destino a Albano e descer na estação Castel Gandolfo. É possível comprar a passagem nas máquinas da estação, mas não pode esquecer de validar o bilhete antes de entrar no trem.

Já compre a ida e a volta. Não consegui achar nenhum ponto de venda em Castel Gandolfo e voltei sem bilhete. Não tive problemas, mas se pegam, tem que pegar multa.

Quando você sai da estação tem a opção de descer para o Lago Albano ou subir para a cidadezinha onde fica a residência de verão do Papa. Vai ter que andar nas duas opções!

No alto das montanhas

Bate e volta de Roma

Do alto das montanhas de Castel Gandolfo é possível ter uma vista incrível, sério, é muito linda. Você observa pequenos vilarejos com casinhas italianas charmosas em meio à natureza. O Lago Albano aparece para deixar tudo ainda mais bonito.

Lá estão três palácios, entre eles, a Residência de Verão dos Papas. Ela foi usada por séculos pelos pontífices, desde 1926, porém, recentemente, o Papa Francisco decidiu não usufruir do local e abriu várias áreas do palácio à visitação. A área também abriga um museu.

Os Jardins de Castel Gandolfo tem 2 km de comprimento e  também atraem bastante os visitantes. Além da Paróquia de San Tommaso da Villanova.

Passeie pela vila, entre em vielas, desça as ruas, admire as lojinhas locais com decorações super fofas e criativas, e se encante pelas casinhas e pela vida dos moradores do vilarejo.

Onde comer em Castel Gandolfo?

Bate e volta de Roma

Difícil decidir onde comer. São tantas opções deliciosas que fica até difícil. Para ficar mais fácil você pode almoçar em um lugar, degustar a sobremesa em outro e tomar um café da tarde em um terceiro ponto gastronômico. Não vale pensar em dieta na Itália.

Aproveite os locais com vista para o lago. Almocei em um que era uma entradinha no meio da vila, ao descer as escadas me deparei com uma vista que me surpreendeu muito e deixou a minha refeição ainda mais especial.

As margens do Lago Albano

Decidi descer até as margens do lago para ver o que encontrava por ali. No pé das montanhas e próximo ao Lago Albano também estão alguns bares, quiosques e restaurantes. Além de ter atividades tipo de praia, como canoagem, pessoas tomando sol e fazendo piquenique.

No verão, a região costuma ficar cheia de romanos.

Veja o roteiro de 3 dias em Roma!

O que fazer à noite em Roma?

A vida noturna da cidade é bastante agitada. Sobram opções de bares, restaurantes, baladas e passeios ao ar livre. Bora ver o que fazer à noite em Roma.

Centro

As ruas do centro ficam cheias de gente principalmente aos finais de semana à noite. A Via Leonina e a área ao redor tem muitos restaurantes, bares, cafés e pubs. Vale caminhar e ver se quer entrar ou não em algum lugar. As ruas já são atrações.

Trastevere

O bairro é muito charmoso e reúne restaurantes, bares, pubs e casas noturnas. Mesmo que não queira curtir madrugada a fora, vale caminhar por Trastevere e sentir o clima romano de suas vielas e construções.

Testaccio / Ostiense

A área entre as ruas Via dei Monte Testaccio e Ostiene também são bastante agitadas. Ela abriga casas noturnas moderninhas, pontos de encontro LGBTs e até baladas latinas. Local de diversidade!

Campo di Fiori

Durante o dia, a feirinha pode ser a atração do bairro, mas durante à noite são os restaurantes e bares que atraem turistas, estudantes e locais. Eles lotam a região.

Praças

As praças ficam extremamente lotadas à noite. Principalmente por jovens que levam as suas próprias bebidas e comidas e ficam ali conversando com os amigos e se divertindo. No centro até praça pequenas são pontos de encontro.

Para quem procura um passeio mais chique vale apostar na Piazza Navona, na Piazza Spagna e na Via della Pace.

Passeios noturnos

Ande por Roma à noite, os pontos turísticos são bem bonitos iluminados. As ruínas do Foro Traiano e a Fontana di Trevi, por exemplo, ficam lindas depois que o sol vai embora. Recomendo e muito!

Veja os roteiros de viagem de Roma!

Tem mais dicas de passeios noturnos? Deixa ai nos comentários!

Roteiro de 3 dias em Roma

Roteiro de 3 dias em Roma (Dia 3)

O terceiro dia do roteiro de 3 dias em Roma é dedicado ao outro lado  do Rio Tibre: Trastevere e Vaticano. Nesse dia, eu aluguei uma scooter e foi uma experiência inesquecível.

Trastevere

Roteiro de 3 dias em Roma

O bairro judeu-romano é lindo demais! As ruas são como vielas estreitas que mais parecem um labirinto. Andei por elas de lambreta e me achei uma típica italiana. Chegar até Trastevere de scooter já foi um desafio, se locomover lá dentro então nem se fala. 🙂 Estava muito perdida.

Depois de rodar  parei para tomar café da manhã no lugar que vende o melhor cannoli que já provei na vida. Não sei o nome e nem onde fica. Ótima, blogueira! #sqn. Dizem que há bons cafés na Piazza di Santa Cecília e nos arredores. Não provei, mas eram bem bonitinhos.

Visite a Basílica de Santa Maria, que é a mais antiga de Roma.  Subindo para o Parque de Gianicolo, pare na Fontana dell’Acqua Paola. A fonte é bonita, mas o mais legal é a vista que se tem de Roma.

No Parque Gianicolo, a recomendação é tomar um sorvete e curtir a vista da conhecida como a oitava colina de Roma. Observe também o monumento da Piazzale Anita Garibaldi.

Na descida, ainda é possível ver o Faro degli Italiani d´Argentina. Descendo a Via del Gianicolo, você estará pertinho do Vaticano.

Vaticano

Roteiro de 3 dias em Roma

Não seja enganado no Vaticano! A primeira coisa que você precisa saber é que para entrar na praça e visitar a Basílica de São Pedro é de graça e não tem fila. Você vai ver uma fila gigante e você não irá pegá-la. Há pessoas vendendo essa entrada e outros tipos de passeio, corra!

A Capela Sistina e o Museu do Vaticano são pagos. Para não pegar a imensa fila é preciso garantir o seu ingresso antes pelo site. Dessa maneira, há uma taxa de reserva de 4 euros. Verifique os valores e os descontos. Na hora é só apresentar o voucher. Vai parecer que você está furando fila!

Lembre-se de que não pode entrar no Vaticano com roupas curtas e decotadas.

Museu Nacional de Castel Sant’Angelo

Roteiro de 3 dias em Roma

O Museu Nacional de Castel Sant’Angelo tem entrada gratuita no primeiro domingo de cada mês e pode ser acessado com o Roma Pass. Confira informações de preços e horários. Além das obras, esculturas e monumentos, A construção do castelo em si já chama bastante a atenção.

Na volta, passe pela Piazza Cavour e note a Corte Suprema di Cassazione. Na hora do almoço, é possível notar os funcionários comendo suas marmitinhas na praça. Pegue a Ponte Umberto I ou a Cavour e atravesse o Rio Tibre novamente.

Campo di´Fiori

Para dar uma desacelerada, é possível visitar o Campo di´Fiori. O filósofo Giordano Bruno foi executado nessa praça, mas hoje o destaque são para as lojinhas, cafés, sorveterias, restaurantes e uma feira durante o dia.

Veja o primeiro dia do roteiro de Roma!

Confira o segundo dia do roteiro de Roma!

Roteiro de 3 dias em Roma

Roteiro de 3 dias em Roma (Dia 2)

O segundo dia do roteiro de 3 dias em Roma mostra outras facetas da cidade. O passeio é pelos clássicos da Roma Antiga: Coliseu, Arco de Constantino, Monte Palatino, Fórum Romano, Capitólio e Piazza Venezia.

O mais legal é ter a sensação de vagar por várias épocas históricas em um mesmo local. Você anda por uma avenida asfaltada, mas embaixo há uma cidade muito antiga e olha para o lado e vê ruínas. Sério, é incrível!

Pode até parecer que o roteiro está ao contrário. Por que não começar pelo Coliseu? Eu te conto, é para não pegar fila na principal atração de Roma. Sem precisar ter o Roma Pass ou comprar o ticket antes pela internet. Você vai ver! 

Piazza Venezia

Roteiro de 3 dias em Roma

Caso esteja próximo ao hostel em que fiquei hospedada, na Via Cavour, vá em direção a Praça Veneza pela Via Alessandrina. Você já vai entrar no clima! Observe as ruínas de vários foros: Foro di Augusto, di Nerva e o Traiano. Além de mercados do Mercati di Traiano, museus e igrejas.

A Piazza Venezia é uma das mais visitadas de Roma. Ela guarda o primeiro edifício renascentista da Itália, o Palácio Veneza. É possível subir as escadarias e entrar no palácio. Dentro dele, há exposições e uma vista bacana.

Campidoglio

Roteiro de 3 dias em Roma

O Capitólio é uma das sete colinas de Roma. Nela está a Praça do Capitólio que foi projetada por ninguém menos do que Michelangelo. Além do Palazzo Senatorio, do Museu Capitolini e esculturas importantes como a da Loba alimentando os irmãos Rômulo e Remo.

Fórum Romano, Palatino e Coliseu

Roteiro de 3 dias em Roma

Entrando pelo Fórum Romano ou pelo  Paladino você vai acessar o Coliseu sem pegar fila, Roma Pass ou compra antecipada de bilhetes. O ticket do Coliseu dá direito ao acesso e pode ser comprado em qualquer um dos três locais. Confira os valores e os horários de funcionamento!

O Fórum Romano vale a visita por já ter sido o centro comercial e da vida pública de Roma, ele foi erguido no século VII a.C. Entre o Coliseu e o Monte Palatino fica o Arco de Constantino com 25 metros de altura.

Você pode fazer Fórum Romano, Coliseu, passa pelo Arco de Constantino e vai ao Palatino.

Próximo ao Palatino, na Via Aventino, tem uns restaurantes e cafés que são achados. Possuem decorações interessantes, preço em conta e comida gostosa.

Confira o primeiro dia de roteiro por Roma!

Vejo o que fazer no terceiro dia do roteiro de viagem de Roma!

Roteiro de 3 dias em Roma (Dia 1)

Poderia passar muitos dias na cidade italiana, assim, fácil! Porém, como a maioria dos viajantes não tem tanto tempo para conhecer a área, preparei um roteiro completo de três dias em Roma. Espero que gostem!

Não usei o transporte público em Roma, só quando peguei os trens para  a comuna de Castel Gandolfo e para Florença. Então, como eu fiz para ir de um ponto ao outro? Andei, andei e andei. Em um dos dias eu aluguei uma scooter, queria me sentir como nos filmes. Me julgue!

Baseado na localização do meu hostel, comecei o passeio pela Basílica de Santa Maria Maggiore. Ela é grande e bem bonita. Não paga para entrar. Porém, como a cidade estava sob ameaça de ataque terrorista era preciso passar por detectores de metais na entrada.

Fontana di Trevi

Roteiro de 3 dias em Roma

Passei pelo Palácio do Quirinal – residência oficial do Presidente da Itália – e cheguei a famosa Fontana di Trevi. A fonte construída em estilo barroco é bastante visitada. Então, para tirar uma foto decente no local prefira ir bem cedo ou tarde da noite.

Acabei passando por ela em diferentes horários e no meio do dia mal dá para enxergar o monumento. Ao redor dela, há lojinhas de souvenir, uma delas só dedicada ao Pinóquio. Além de cafés, restaurantes e uma igreja, a Santi Vicenzo e Anastasio.

Lembre-se de jogar a moedinha na Fontana di Trevi, pois reza a lenda que dessa maneira você garante sua volta à cidade.

Piazza de Spagna

Roteiro de 3 dias em Roma

Entrei no MC Donalds da Praça da Espanha e ali tive certeza que não saberia lidar com nada de Roma. Nas mesas tinham tablets, os pedidos eram feitos em totens espalhados pelo salão e a variedade de comidas – sorvetes e cafés – era surpreendente. Sem glúten, diet, light…

A praça atrai turistas e locais. Para quem gosta de fazer compras, ou só olhar mesmo, nos arredores há lojas de grifes como Valentino, Gucci e Fendi.

Os pontos turísticos são a escada de Espanha, a igreja Trinità dei Monti e a fonte da Barcaccia. Quer descansar e se sentir nos filmes, tome um gelato nas escadarias da praça.

Piazza del Popolo

Roteiro de 3 dias em Roma

Seguindo pela  Via del Balbuíno, que tem lojas de antiguidades, artes e móveis, você chega à Piazza del Popolo. A Praça do Povo é bem grande e tem várias atrações ao seu redor e no centro ela abriga um obelisco egípcio.

O destaque é a igreja Santa Maria del Popolo com suas obras de famosos artistas, entre eles, o pintor italiano Caravaggio.

Villa Borghese

Roteiro de 3 dias em Roma

Perto da Piazza del Popolo, considere ai uma boa subida de escada, fica a Villa Borguese. O parque é gigante e tem uma vista panorâmica espetacular de Roma. Os moradores locais também costumam frequentar o local.

Acredito que valha a pena alugar uma bicicleta – tem aquelas que são tipo charretes que alguém pedala para você e as motorizadas – ou fazer um passeio de trenzinho que percorre os principais pontos do parque.

Além da natureza, é possível ver monumentos, espaços dedicados às crianças, fontes, praças e espaços culturais. Os destaques são a Piazza di Siena e o Museo e Galleria Borghese, com obras do Caravaggio, Raphael e Bernini.

Panteão

Roteiro de 3 dias em Roma

Você terá que retornar a Piazza del Popolo após passear pela Villa Borghese. De lá, volte pela Via di Ripetta até o Pantheon. Aproveite bastante o caminho de cerca de 1,5 km para curtir o clima de Roma.

Próximo ao Panteão, a Basílica di Santa Maria Sopra Minerva e a  Igreja de Santo Inácio de Loyola e a valem a visita. A primeira abriga uma obra de Michelangelo e a segunda possui arquitetura barroca.

Veja o post falando do que fazer à noite em Roma!

Confira o segundo dia do roteiro de 3 dias em Roma!

Minha primeira viagem pela Europa

Viajar pela Europa, visitar vários países, fazer aquele mochilão, sempre foi meu sonho e deve ser o de muita gente também, claro!

Como mencionei no post: “Como planejar uma viagem pela Europa“, eu já tinha em mente quais os países que gostaria de conhecer, mas tive que fazer pequenas modificações por causa de dinheiro, tempo ou lógica de rota.

Vou resumir aqui o meu roteiro de viagem, mas depois vou destrinchar tudo em outros posts, para quem sabe ajudar alguém a começar organizar a sua própria trip ou simplesmente entender o meu mochilão como um todo.

Viajei entre março e abril por cerca de 40 dias.

Portugal

Comecei a viagem por Portugal, o que foi bom para me familiarizar com a Europa sem deixar de me sentir em casa.

Lisboa_Portugal

Bate e volta: Sintra. Poderia ter feito Cascais ou Óbidos, mas no dia programado estava chovendo.

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: avião.

Tempo de permanência: 3 dias

Como cheguei: trem.

Espanha

O ambiente já era outro, as pessoas também, não era como eu imaginava, conseguia ser melhor.

Barcelona_espanha

Tempo de permanência: 4 dias

Como cheguei: avião.

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: trem.

Itália

Sempre quis conhecer a Itália e quando pisei nela, me apaixonei. Não queria mais ir embora!

Roma_itália

Bate e volta: Castel Gandolfo, região do Lácio.

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: avião.

Bate e volta: Pisa e Lucca.

Tempo de permanência: 3 dias

Como cheguei: trem.

Tempo de permanência: 2 dias

Como cheguei: trem.

França

Não estava nos meus planos iniciais, mas pela lógica da minha rota de viagem, inclui e não me arrependo nem por um segundo.

Paris_franca

Tempo de permanência: 4 dias

Como cheguei: trem.

Holanda

As flores, o clima e as bicicletas. Precisa de mais para querer muito conhecê-la? Para mim, não!

Amsterdam_Holanda

Tempo de permanência: 3 dias

Como cheguei: ônibus.

Inglaterra

Não sei nem o que falar, apenas sentir. Muito amor!

Londres_Inglaterra

  • Londres

Tempo de permanência: 5 dias

Como cheguei: ônibus.

Os lugares que tive que abrir mão: Suíça, Bélgica e Alemanha. Fica para a próxima!

Acompanhe todos os posts sobre a Europa!