Roteiro de Paris

Roteiro de 4 dias em Paris: Dia 2 (Cafés, Museus e Torre Eiffel)

Como já mencionei algumas vezes, esse negócio de traçar roteiro de 4 dias em Paris é mais uma sugestão de lugares para visitar. Você pode montar seu mapa no Google Maps e ver a rota que preferir.

Outra coisa importante para saber, é que visitar os mesmos lugares em momentos diferentes do dia, podem trazer experiências completamente diferentes.

LE BON MARCHÉ

Quer fazer um passeio parisiense? Visite a Capela de Nossa Senhora da Rue du Bac, coma alguma coisa na Grande Épicerie de Paris e passeie pelo Le Bon Marché.

O Le Bon Marché é uma loja de departamento sofisticada que reúne moda, design, beleza e gastronomia. Confira o horário de abertura. O Grande Épicerie reúne uma grande variedade de alimentos.

Saint-Germain-des-Prés

O bairro que era um antigo reduto de boêmios, intelectuais e famosos atrai turistas e parisienses. Os frequentadores costumam passar longos momentos em seus cafés, observando o movimento das ruas.

Há ainda livrarias, jardins, galerias de artes, igrejas e lojas de alta costura. Na Place Saint-Germain-des-Prés estão as atrações mais famosas: o Café de Flore, o Les Deux Magots e a Église Saint-Germain-des-Prés. 

Museu d´Orsay

O Museu fica em uma antiga estação de trem e abriga obras de consagrados artistas. Entre elas estão: O Autorretrato, de Van Gogh, as Coquelicots, de Claude Monet, L’homme qui marche, de Auguste Rodin e La Danse, de Jean-Baptiste Carpeaux.

É possível comprar o ingresso da atração em conjunto com dois outros museus: o Orangerie e o Rodin. Os bilhetes não precisam ser usados no mesmo dia. O D´Orsay não abre de segunda-feira, mas fica até mais tarde na quinta. Confira!

Você estará às margens do rio Sena e pode observar a paisagem do outro lado do rio que conta com o Louvre, o Jardin des Tuileries e a Praça da Concórdia.

Museu das armas (Invalides)

O Museu das Armas é um ponto bastante interessante para quem gosta de artigos de guerra e principalmente para aqueles que querem saber mais e apreciar objetos do Napoleão Bonaparte.

Próximo a ele está o Museu Rodin e na frente é possível admirar a Ponte Alexandre III.

Museu do Quai Branly – Jacques Chirac

Os museus que eu sugeri aqui são diferentes uns dos outros. O que é bom para você escolher o que gostaria de visitar ou ir a todos sem ver as mesmas coisas.

O Museu do Quai Branly tem uma arquitetura interessante, um jardim externo e  obras que retratam civilizações antigas não-europeias. Como, por exemplo, a pré-Colombiana.

Torre Eiffel

Bem-vinda a atração mais mágica de Paris! Propositalmente, ela está no fim da tarde, pois como o tempo é curto, você pode aproveitá-la em dois momentos: de dia e à noite.

Se a intenção for subir na torre, recomendo fortemente que faça a compra antecipada do bilhete. As filas geralmente são bastante extensas e você vai economizar um tempão.

No interior do monumento há cafés, lojas de souvenires e o famoso restaurante Le Jules Verne. Ao seu redor, o que faz sucesso mesmo são os crepes.

Foi no Champ de Mars, que é o jardim que fica em frente a Torre, que eu vivi um dos momentos mais marcantes da minha estada em Paris. Eu e dois amigos fomos a um mercadinho próximo, compramos vinhos, queijo e pão, e passamos boas horas naquele gramado.

Durante a noite, a Torre Eiffel promove um espetáculo de luzes a cada uma hora. É incrível!

Uma das melhores vistas da Torre Eiffel é da Praça do Trocadero.

Dicas para o piquenique em paris:

  • Vá ao mercado, pois alguns ambulantes passam vendendo as bebidas e são bem mais caras.
  • Sempre carregue uma canga com você.
  • Leve um kit de talheres de plásticos de acampamento que vende, por exemplo, na Decathlon.
  • Compre um saca-rolhas. Você vai até fazer amizades por ter um.

Saiba aonde se hospedar em Paris!

Confira o primeiro dia do roteiro de viagem de Paris.

Roteiro de Viagem de Paris: Dia 3 (Louvre, Moda E Palácios)

Roteiro de Viagem de Paris: dia 4 (Arco Do Triunfo, Montmartre E Champs-Elysées)

Como andar de metrô em Paris? 

Roteiro de Paris

Roteiro de 4 dias em Paris: Dia 1 (Notre-Dame e Marais)

O meu roteiro de 4 dias em Paris, para variar, está ligado a localização da minha hospedagem. Ele foi feito na maior parte do tempo a pé. Sempre recomendo colocar as localizações no Google Maps e criar o seu próprio trajeto de acordo com as atrações que curte, tempo de viagem, prioridade e por aí vai.

Manhã dos locais

Você pode começar o dia tomando um café da manhã no Square Saint-Médard se estiver próximo a ele ou em algum outro bairro menos turístico. Já para mergulhar no clima real parisiense.

Próxima parada, Jardim de Luxemburgo. O parque é bem bonito e fui andando facilmente até ele. Depois, você pode ir em direção a Ilê de la Cité que é onde fica Catedral de Notre-Dame.

Ilê de la Cité

Antes de atravessar a ponte Saint-Michel para acessar a ilha, visite a livraria Shakespeare & Company. Ela é muito fofinha, com uma vibe incrível, retrô e aconchegante. Desbrave a área interna do local e se encante a cada cômodo.

A catedral é maravilhosa por dentro e por fora. A visita a área religiosa é gratuita, porém acredito que vale muito a pena encarar a escadaria de pedras e ir ao topo da torre. Além da vista, há os animais esculpidos e o sino.

Geralmente a fila para comprar os ingressos é imensa, porém quando fui fiquei cerca de 20 minutos e já consegui subir. Tente comprar o bilhete antecipadamente pelo site para não perder muito tempo da viagem aqui.

Ilê Saint Louis

Atravesse a ponte Saint-Louis e chegue à Ilê Saint Louis. Nessa ilha fica a sorveteria mais famosa de Paris, a Berthillon. Além de apreciar as receitas familiares do local, vale passear pela pequena ilha e observar seus hotéis, padarias, residências e sua igrejinha. Antes de ir, veja se o estabelecimento está aberto pelo site.

Marais

Comece o passeio por Marais pela Place des Vosges. É uma das praças mais antigas de Paris. Ao seu redor estão edifícios clássicos, galerias de arte, o Museu do Victor Hugo e até uma sinagoga.

Há ainda dois museus bastante importantes para o país nas redondezas: o Museu Nacional Picasso e o Centre Pompiou.

O bairro em si é um ponto com muitas lojas bacanas, diferentes, restaurantes, bares e casas noturnas, muitos deles dedicados a comunidade gay. Vale passear por suas ruas e quem sabe curtir a noite de Paris por lá.

Saiba aonde se hospedar em Paris!

Confira o segundo dia do roteiro de viagem de Paris.